ISCP Virtual

     O Instituto Superior de Ciências Policiais publicou a 1ª edição do volume 5 (2019) da revista científica Ciência & Polícia. A publicação já está disponível no site do ISCP.

     O debate acadêmico sobre a polícia tem se mostrado vigoroso no contexto social brasileiro contemporâneo. Poucos temas são tão recorrentes na agenda pública do país. Não apenas enquanto objeto de estudo, mas também como parte em tramas sociais, políticas, econômicas, ambientais e históricas, a polícia tem sido tema de análises críticas.

     Nesta edição da RCP, a tradição de pesquisas sobre agências policiais encontra quatro importantes contribuições. Além disso, esta edição da RCP representa um retorno à periodicidade semestral de publicação sob nova direção editorial.

     Para visualizar todas as edições clique aqui.

Sobre a revista

     A Revista Ciência & Polícia é uma publicação do Instituto Superior de Ciências Policiais e desde a sua constituição tem sido um espaço de reflexão sobre aspectos teóricos relacionados às Ciências Policiais e suas áreas de intersecção, como Sociologia, Direito, Antropologia, Administração, Psicologia, Ciência Polícia, dentre outros. Além disso, Ciência & Polícia tem como objetivo difundir inovações em segurança pública, avaliação de práticas, procedimentos e processos de organizações do sistema de justiça criminal, além de promover discussões sobre atividades administrativas e operacionais dessas organizações.

Capa Revista

Aconteceu na noite da última quinta-feira (18), a solenidade de entrega de espadim dos cadetes da 23ª Turma do Curso de Formação de Oficiais da Polícia Militar do Distrito Federal 2019 (Bacharelado em Ciências Policiais).

O evento ocorreu no pátio da Academia de Polícia Militar de Brasília (APMB) e contou com a presença de autoridades civis, militares, parentes e convidados dos novos policiais.

O comandante da Academia de Polícia, Coronel Hêlbert Borges Marins, realizou a leitura da Ordem do Dia e anunciou a conclusão da 1ª fase do Curso de Formação de Oficiais de 2019, turma 23, a qual culminou na solenidade de entrega de espadim.

A Comandante-geral, Coronel Sheyla, no uso da palavra, cumprimentou as autoridades ali presentes lembrou que a presente cerimônia enaltece os valores militares e desejou sucesso aos novos cadetes, parafraseando o Coronel PM Jorge Ismael, autor ca Canção do Policial Militar:

“Aqui nós todos aprendemos a viver
demonstrando valor, pois o nosso ideal
é algo que nem todos podem entender
na luta contra o mal!
Ser Policial
é, sobretudo, uma razão de ser
É, enfrentar a morte,
mostrar-se um forte
no que acontecer”

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, em discurso, destacou como se sentia honrado em participar do evento e declarou que “o símbolo maior do policial militar é a farda”.

Para ele, a população brasileira apoia o serviço policial e lembrou da última manifestação ocorrida no dia 16, em frente ao Ministério da Educação (MEC), onde dois policiais militares ficaram feridos após a agressão de manifestantes. “Foi de extrema importância a atuação da PMDF ao defender o patrimônio público”, afirmou.

"Espadim Tiradentes"

No Brasil, a primeira cerimônia de recebimento de espadins ocorreu em 1932, na antiga Escola Militar de Realengo a partir de 1944, na Academia Militar da Agulhas Negras (AMAN) em Resende. O objetivo é representar o cadete a um aprendiz dos oficiais, o qual estava sendo preparado para o comando; e não a significação de nobreza, como acontecia nos Impérios Europeus.

Ao adotar seu uso o Exército Brasileiro homenageou seu patrono o Marechal Luís Alves de Lima e Silva, o Duque de Caxias, confeccionando o espadim como uma réplica da espada deste militar. Nas Policias e Corpos de Bombeiros Militares, o Espadim recebe o nome de seus patronos, sendo conhecido como “Espadim Tiradentes” nas Polícias Militares, e de “Espadim D. Pedro II” nos Corpos de Bombeiros Militares sendo entregue ao cadete após ser concluído a primeira etapa do curso.

0 0 0 00000000000006

0 0 0 00000000000001

0 0 0 00000000000002

A capitão da Polícia Militar do Distrito Federal e professora do ISCP, Daniele de Sousa Alcântara, lançou na noite da última quarta-feira, dia 03 de abril de 2019, o livro “Muito mais que segurança”: Identidade profissional de policiais militares do Distrito Federal a partir de suas representações sociais.

O lançamento aconteceu no restaurante Carpe Diem, em Brasília, na quadra 104 Sul, e contou a participação de cerca de 100 pessoas, onde foi realizada uma sessão de fotos e autógrafos.

O evento contou com a presença do Comandante da Academia de Polícia Militar de Brasília (APMB), Coronel PM Borges, o Comandante do Colégio Militar Tiradentes (CMT), Tenente-coronel PM Danilo Nunes, diversos oficiais e praças da PMDF, além de familiares e amigos.

Publicado pela editora CRV, a obra se originou de uma pesquisa que investigou aspectos da identidade profissional de policiais militares da Polícia Militar do Distrito Federal e explicita que ela está em movimento no sentido da busca pela estabilidade profissional e por um serviço de qualidade prestado à sociedade.

 

Currículo 

Doutora em Sociologia pela Universidade de Brasília, atuando na linha de pesquisa de Violência, Segurança e Cidadania, realizou Estágio de Doutorado no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa, Portugal e Estágio de Doutorado no Centre d'Analyse et d'Intervention Sociologiques (CADIS) da L'École des Hautes Études en Sciences Sociales, Paris - França, no período de setembro de 2014 a maio de 2015. 

Mestra em Educação pela Universidade de Brasília (UnB, 2012). Especialista em Segurança Pública e Cidadania pela Universidade de Brasília (UnB, 2009). Especialista em Ciências Jurídicas pela Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL, 2011).

Graduada em Segurança Pública, no Curso de Formação de Oficiais (2006). Graduada em Educação Artística pela Universidade de Brasília (UnB, 2002). Graduada em Letras Espanhol pela Universidade de Brasília (UnB, 2010). Graduada em Direito pela Universidade Cidade de São Paulo (UNICID, 2014). Participou do Law Enforcement Management Development Program na International Law Enforcement Academy, ILEA, em El Salvador; do United Nations Police Pre-Deployment Course no Pearson Peacekeeping Centre e do United Nations Police Officer Course no Life Guards Centre, Stockholm-Swedish.

Entre os interesses de pesquisas encontram-se temas relacionados a violência, polícia, educação policial pautados pela teoria das representações sociais e por concepções. Membro da Sociedade Brasileira de Sociologia (SBS). Além de avaliadora do INEP/MEC, é professora do Instituto Superior de Ciências Policiais, compondo o Corpo Docente Permanente do ISCP.

file2

file 1

file1

 

Ficha Técnica

Editora: EDITORA CRV
ISBN: 978-85-444-2859-7
DOI: 10.24824/978854442859.7
Ano de edição: 2018
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 258
Formato do Livro: 14x21 cm
Número da edição: 1

Livro

A Fundação Carolina abriu nova edição de sua chamada para bolsas de estudo, correspondente ao ano letivo de 2019-2020. No total, são oferecidas 723 bolsas, que visam a fortalecer a comunidade ibero-americana, sobretudo no âmbito dos objetivos da Agenda 2030, por meio da educação, ciência, tecnologia e inovação, sustentabilidade e igualdade de gênero.

De acordo com a Fundação, as bolsas estão distribuídas nas seguintes modalidades: 283 bolsas de pós-graduação, 100 bolsas de doutorado e pós-doutorado curto, 66 bolsas de mobilidade para professores e 165 bolsas para estudos institucionais. Para estes, devem ser adicionados 109 renovações de bolsas de doutorado. Totalizando 181 programas acadêmicos, dos quais 143 são pós-graduados.

Entre as novidades deste ano, destaca-se o programa de intercâmbio de pesquisadores, que se organiza em conjunto com a Secretaria-Geral Ibero-Americana (SEGIB) no marco do projeto Campus Ibero-América. A partir deste ano, também serão oferecidas bolsas a pesquisadores espanhóis com interesse em realizar intercâmbio em instituição acadêmica de países latino-americanos e caribenhos que façam parte da comunidade ibero-americana. O edital busca, ainda, fomentar a maior participação de pesquisadoras em áreas acadêmicas tais como engenharia, ciência, matemática e tecnologia, promovendo, assim, maior igualdade de gênero no setor. Dá destaque também a maior oferta de bolsas institucionais, visando a fortalecer as administrações públicas ibero- americanas.

O prazo para a solicitação de bolsas de pós-graduação é até 7 de março; e de bolsas de doutorado, programa de mobilidade de professores (permitem uma curta permanência de professores ou pesquisadores de universidades argentinas, brasileiras e portuguesas na Espanha) e de estudos institucionais, até 5 de abril.

Mais informações: http://gestion.fundacioncarolina.es/programas.

bandeira espanha

Informamos à comunidade acadêmica e pesquisadores interessados, que está aberto o prazo para apresentação de artigos científicos, resenhas críticas, notas técnicas e relatos de experiência ou relatórios de viagens de estudo para o Volume 2, número 1, da Revista do Instituto Brasileiro de Segurança Pública (ISSN 2595-2153), a ser publicada no primeiro semestre do ano de 2019.

- O prazo para a remessa das propostas de publicação se encerra em 30 de março de 2019.
- Os interessados deverão se cadastrar (caso ainda não possuam o cadastro) no Sistema de Eletrônico de Editoração de Revista (SEER) do Instituto Brasileiro de Segurança Pública e observar as regras do editorial para construção dos textos. Disponível em: http://ibsp.org.br/ibsp/revista/index.php/RIBSP/about

Atenciosamente,
Azor Lopes da Silva Júnior, Dr.
Presidente do IBSP

INSTITUTO BRASILEIRO DE SEGURANÇA PÚBLICA, CNPJ 29.018.535/0001-71
Website: http://ibsp.org.br/#. Contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

homepageImage pt BR

Copyright © 2016 Informática ISCP. Todos os Direitos Reservados. Setor de Áreas Isoladas Sudeste - SAISO Área Especial - Asa Sul - Brasília-DF. CEP: 70610-200 - pga@iscp.edu.br - 61 - 3190-6423 / 3190-6422